Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Quarta, 01 de Abril de 2020
Notícias
Começa 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo 2020
11/02/2020 08h19 - Atualizado em 11/02/2020 09h02

A Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo é uma estratégia que visa  interromper a circulação do vírus do sarampo e proteger os grupos mais acometidos pela doença no País. Nesta 1ª etapa da ação, ocorrerá de forma seletiva para pessoas de 05 a 19 anos. O horário de vacinação é das 08H às 17H, sem interrupção do atendimento.

 

 

1ª etapa

Período

10/02/2020 a 13/03/2020

Dia “D”

15/02/2020

Público alvo

População de 05 a 19 anos de idade

 

 

 

 

 

 

 

 

O objetivo da campanha é manter cobertura vacinal contra a doença e visa interromper a circulação do vírus do sarampo e proteger os grupos mais acometidos pela doença em todo o país.

A Gerência de Vigilância em Epidemiologia da Superintendência de Vigilância em Saúde da SES explica que a realização desta ação e a adesão do público-alvo é imprescindível para garantir a  proteção da população contra o sarampo e possibilitar a interrupção da circulação do vírus no País, sendo este um passo importante para a recertificação da eliminação da doença no Brasil.

Figura 1.: Distribuição dos casos confirmados de sarampo hospitalizados, por faixa etária, 2014, 2015, 2018 e 2019, Brasil.

 

 

      

     










Sarampo

         O sarampo é altamente transmissível, podendo ter sérias complicações e evoluir para óbito. A transmissão pode ocorrer por dispersão de gotículas com partículas virais no ar, principalmente em ambientes fechados como creches, escolas, clínicas e meios de transporte, incluindo aviões. O vírus pode ser transmitido 6 dias antes e 4 dias após a erupção cutânea. Os sintomas do sarampo são febre alta, exantema máculo-papular generalizado, tosse, coriza, conjuntivite e manchas brancas que aparecem na mucosa bucal, antecedendo ao exantema.

         No Brasil, no período de 22/09/2019 a 14/12/2019  foram notificados 2.710 e casos confirmados. Houve 15 óbitos por sarampo no Brasil, 14 no estado de São Paulo e um no estado de Pernambuco. Seis óbitos ocorreram em menores de 1 ano de idade, 1 criança de 1 ano de idade e 8 apresentavam alguma condição de risco/comorbidade.

         Em 2019, no estado de Goiás foram notificados 202 casos suspeitos de sarampo em 51 municípios, destes 174 foram descartados, 14 confirmados e 14 segue em investigação. Este ano, já foram notificados 05 casos, destes, 01 caso foi confirmado e 4 descartados.

         Para vacinar é indispensável a apresentação do cartão de vacinação para a avaliação do histórico vacinal. A meta é vacinar 80.157 pessoas ainda não vacinadas na faixa etária estabelecida de cinco a 19 anos de idade.

         Para esta ação será ainda disponibilizada a vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) que deve ser utilizada de forma seletiva, de acordo com as recomendações do calendário nacional de vacinação, que indica duas doses dessa vacina para pessoas de 05 a 19 anos de idade.

         Os municípios são orientados para que nesta oportunidade aproveite a campanha para atualização das demais vacinas do calendário oficial e oferecer todas as vacinas da rotina, para todas as faixas etárias, conforme esquema recomendado, principalmente nas áreas rurais com difícil acesso.

 
 

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento