Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Sexta, 20 de Setembro de 2019
Notícias
Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do SUS tem importância na alimentação de banco de dados
09/09/2019 14h38 - Atualizado em 09/09/2019 14h45

Um treinamento que compõe a nova estratégia de formação em epidemiologia de campo da SVS/MS, chamou a atenção dos participantes sobre a importância da alimentação do  banco de dados, cujas informações são utilizadas  como fontes de pesquisa. Sua  execução é realizada em consonância com a recomendação do Ministério da Saúde e dos parceiros internacionais como: Centers for Disease Controland  Prevention (CDC), a Training Programs in Epidemiologyand Public Health Interventions Network (TEPHINET).

 Durante toda a semana passada servidores da Secretaria Estadual da Saúde, da Superintendência de Vigilância em Saúde, e dedoutros municípios participaram do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos serviços do SUS (EpiSUS) no primeiro módulo Fundamental.O programa representa um passo inicial rumo à implantação de um modelo piramidal de formação em epidemiologia de campo, sendo também nos níveis seqüenciais de intermediário e de  avançado. É desenhado para profissionais que atuam na “linha de frente” das áreas de vigilância. O programa apresenta como característica essencial ser um treinamento em serviço com enfoque predominantemente prático, visando aprimorar as habilidades do profissional no contexto de sua atuação profissional.

CONQUISTAS

Como prioridade da gestão estadual, foi elaborado o projeto CIEVS em Ação, com o objetivo de ampliar e melhorar a capacidade de resposta do serviço de vigilância frente às emergências em saúde pública em Goiás. O curso EpiSUS-Fundamental vem contribuindo com o fortalecimento da Rede de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) estadual e nacional e com futuros egressos para o EpiSUS intermediário e avançado.

A titular do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde/SES Ana Cristina Oliveira manifestou o “reconhecimento dos trabalhos elaborados para a conclusão do treinamento que trarão melhorias nas ações de vigilância para o enfrentamento das situações de emergências em saúde pública e sua capacidade de resposta local”.

A Secretaria Estadual da Saúde foi contemplada com 16 vagas para participação no projeto piloto em 02 Turmas (2017-2018) realizadas pelo Ministério da Saúde, em Brasília. Os egressos do EpiSUS-Fundamental, com apoio do EpiSUS Avançado, tiveram importante contribuição na investigação de alguns surtos com impacto na saúde pública estadual refletindo na melhora do tempo de resposta às emergências. Dentre estes se destacam o surto de doença meningocócica ocorrido em Rio Verde (2017) com 13 casos confirmados e 2 óbitos; surto de conjuntivite em Caldas Novas (2018) com 1.803 casos investigados; surto de síndrome respiratória aguda grave em Instituição filantrópica de Trindade (2018) com 187 investigados, 7 confirmados para H1N1, 14 óbitos (2 confirmados para H1N1). Atuação em outros surtos de menor impacto, porém não menos importantes (Caxumba em Presídio de Jataí, Escabiose em Presídio de Minaçu, Toxoplasmose em Uruaçu e outros).

O Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde-Fundamental (EpiSUS-Fundamental) contribuirá para a implementação e o fortalecimento de uma rede nacional e internacional com profissionais de saúde capacitados (nível central, regional e municipal) em epidemiologia de campo e vigilância, favorecendo a detecção, condução/investigação e implementação de medidas de prevenção e controle em tempo oportuno.

 

Assessoria de Imprensa da Suvisa

Maria do Rosário Mesquita

Goiânia, 09 – setembro - 2019

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento