Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Quinta, 18 de Abril de 2019
Notícias
Saúde divulga balanço de casos de dengue em Goiás
15/03/2019 16h03 - Atualizado em 26/03/2019 15h48

Dados alertam para a necessidade de vigilância contínua contra o mosquito Aedes. Participação da população é fundamental para combate ao vetor

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) notificou neste ano 25.509 casos de dengue em todo o território goiano. De acordo com o Boletim Semanal de Dengue, as cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis concentram os maiores números de casos da doença. Os maiores coeficientes de incidência de dengue (número de casos por 100 mil habitantes), contudo, são verificados nos municípios de Ouvidor, São João da Paraúna e Três Ranchos. Os dados correspondem à Semana Epidemiológica 10, ou seja, até 9 de março.

O coordenador-geral de Combate ao Aedes, Marcello Rosa, faz um alerta à população para a continuidade do cuidado com suas casas. “É fundamental que locais que possam ser transformados em criadouros do mosquito Aedes aegypti sejam eliminados rotineiramente”, enfatiza. Marcello Rosa informa que neste ano está em circulação, com predominância, o vírus sorotipo 2, que causa os casos mais graves da doença.

O Boletim mostra que os casos notificados em 2019 tiveram um decréscimo de 10,60% em relação ao mesmo período do ano passado. Marcello Rosa acentua que esta redução é pontual e está relacionada ao não envio dos dados à SES-GO pelos municípios devido ao feriado prolongado de carnaval. Ele acredita que as notificações podem aumentar nas próximas semanas.

Inspeção do imóvel

“Toda semana é fundamental que se faça uma boa inspeção do imóvel para identificar os possíveis focos do Aedes”, orienta Marcello Rosa. Dentro de casa, é essencial manter vasos sanitários, grelhas de banheiros desativados fechados, recipiente de degelo atrás da geladeira limpo e evitar baldes de limpeza com água guardada.

No quintal, é fundamental que a caixa d’água esteja vedada, assim como tampas de cisternas, fossas (inclusive os suspiros podem receber tela, para evitar entrada de mosquitos). As grelhas e calhas devem ser mantidas limpas, bem como os bebedouros de animais, vasos de plantas e aparadores com areia. “O lixo deve ser descartado para a coleta da prefeitura e jamais descartado em lotes baldios ou em praças e logradouros públicos e privados”, alerta o coordenador.

De acordo com os dados, há 19 óbitos suspeitos de dengue em Goiás, em 11 municípios. Desse total, 7 foram registrados em Goiânia e 3 em Posse. Os demais foram notificados em Caldas Novas, Ceres, Formosa, Morro Agudo de Goiás, Rio Verde, São Luís do Norte, Senador Canedo, Silvânia e Turvânia, cada cidade com 1 caso.

Clique aqui para acessar o Boletim.

Maria José Silva, da Comunicação Setorial

Foto: Divulgação Ministério da Saúde/Rodrigo Nunes

 


Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento