Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Segunda, 18 de Março de 2019
Notícias
Cuidados nas residências podem evitar doenças transmitidas pelo Aedes
18/02/2019 15h40 - Atualizado em 01/03/2019 16h36

Antes de viajar para o feriado do carnaval, faça uma vistoria minuciosa, eliminando criadouros do mosquito; e não se esqueça de usar repelentes durante a folia

As pessoas que pretendem viajar antes ou durante o feriado prolongado de carnaval devem tomar cuidados essenciais para prevenir as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, em especial a dengue, zika e chikungunya. O coordenador-geral de Vigilância e Controle de Vetores da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Marcello Rosa, acentua que é imprescindível que os moradores façam uma vistoria minuciosa em suas residências, com o objetivo de eliminar os prováveis criadouros do Aedes no período em que o imóvel permanecer fechado. Além disso, destaca que as pessoas que vão se deslocar para cidades onde o carnaval é intenso devem se proteger com o uso de repelentes como forma de evitar a picada do mosquito.

“O Rio de Janeiro, por exemplo, tem registrado muitos casos de chikungunya, bem como várias cidades no Nordeste do Brasil”, observa Marcello Rosa. Ele enfatiza que é fundamental o uso de repelentes nos locais de grande aglomeração, principalmente nos períodos do dia em que o Aedes costuma se alimentar. Estudos mostram que os horários de pico da ação do vetor são entre 6h30 e 9h e das 16h às 18h30. O produto, acentua o coordenador-geral, também deve ser utilizado em municípios em que há o ecoturismo. “O uso de repelente auxilia a reduzir riscos de contato com vetores de várias arboviroses, como dengue, zika, chikungunya e febre amarela, entre outras.”

Marcello Rosa também informa que o Aedes aegypti se reproduz nos mais inusitados lugares, o que exige atenção redobrada. Um criadouro do mosquito muito comum é o recipiente de degelo das geladeiras. “Ao viajar, as pessoas devem fazer a limpeza desse recipiente. O mesmo cuidado deve ser adotado com os vasos de plantas, vasos sanitários, compartimentos de umidificadores, ralos de banheiro e sifões das pias da cozinha e do banheiro”. Marcello Rosa explica que todos esses locais são potenciais criadouros do mosquito, por acumular água, mesmo que em pequena quantidade. O ovo do vetor, em contato com a água parada, leva em média sete dias para se transformar em mosquito adulto.

Corpo de Bombeiros

Com o propósito de prevenir os casos de dengue no Estado, a SES-GO, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar, continua desenvolvendo ações contínuas nos municípios. Todos os dias, equipes municipais fazem visitas domiciliares, onde inspecionam os imóveis e conscientizam os moradores sobre a importância de limpar os quintais e eliminar todo e qualquer objeto que acumula água. Na segunda-feira, 18, por exemplo, o trabalho será desenvolvido em Vicentinópolis e Aruanã (veja cronograma abaixo).

Os bombeiros são acionados eventualmente, nos casos mais complexos, quando os criadouros estão localizados em pontos de difícil acesso ou quando a eliminação dos focos exigem técnicas mais precisas ou uso de máquinas pesadas.

As equipes são compostas por agentes comunitários de saúde e agentes de endemias e coordenadas por profissionais dos Centros de Referência de Combate e Controle de Endemias e Epidemias (Creece) instalados nas 18 Regionais de Saúde. Só este ano, até 9 de fevereiro, foram notificados 3.753 casos de dengue em Goiás. O quantitativo é 17,62% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foi feito o registro de 11.549 casos. Os registros da SES-GO também apontam que, só neste ano, foram visitados 2.253.050 imóveis em todo o Estado, dos quis 1.880.410 estavam com os moradores em casa e foram trabalhados. Os demais estavam fechados.

Cronograma

18 de fevereiro – segunda-feira
Vicentinópolis
Aruanã

19 de fevereiro – terça-feira
Aragoiânia
Davinópolis

20 de fevereiro – quarta-feira
Caldazinha
Cidade Ocidental
Santa Fé de Goiás
Gameleira

21 de fevereiro – quinta-feira
Aparecida de Goiânia
Faina

22 de fevereiro – sexta-feira
Divinópolis
Piracanjuba
Guaraíta
Nova Aurora
Palmelo
Rio Quente

Maria José Silva, da Comunicação Setorial

Fotos: Erus Jhenner

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento