Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Segunda, 18 de Março de 2019
Coordenação de Controle de Doenças Crônicas e Transmissíveis
Coordenação de Controle das Doenças Crônicas Transmissíveis
04/10/2013 10h02 - Atualizado em 05/05/2015 16h03

Identificação da Coordenação

A Coordenação de Controle das Doenças Crônicas Transmissíveis caracteriza-se como área  responsavel pelas doencas (Hanseniase e Tuberculose),  que visa coordenar e executar as ações de Vigilância Epidemiólogica das Doenças Crônicas Transmissíveis no estado de Goiás, com ênfase no monitoramento das informações, análise do perfil epidemiológico visando a definição de estratégias de controle, Acompanhar a magnitude da Tuberculose, sua distribuição,fatores de risco e tendência, oferecendo subsídios para ações de controle; Reduzir o número de casos de Tuberculose e a morbimortalidade, no estado de Goiás e Reduzir a prevalência da Hanseníase visando sua eliminação como problema de saúde pública.

Atribuições da Coordenação


– Realizar o planejamento, coordenação e avaliação das ações de controle de doenças crônicas transmissíveis;
– Analisar a tendência dos agravos e monitorar os indicadores epidemiológicos e fatores condicionantes das doenças crônicas transmssíveis;
– Subsidiar a área competente na divulgação de informações sobre análise de situação dos agravos e tendência dos casos de doenças crônicas transmissíveis:
– Participar e colaborar com o desenvolvimento de estudos e pesquisas para aperfeiçoamento científico e tecnológico da vigilância epidemiológica de doenças crônicas trasmissíveis:
– Prestar apoio técnico às unidades da rede pública e aos serviços privados de saúde sobre notificação das doenças crônicas transmissíveis;
– Avaliar os casos notificados quanto aos critérios de regularidade, completitude e integridade;
– Avaliar o encerramento oportuno dos casos de Hanseníase e Tuberculose de acordo com as normas do Ministério da Saúde;
– Promover e acompanhar a implantação nos municípios das ações de vigilância das doenças crônicas transmissíveis;
– Realizar campanhas de mobilização social segundo calendário de saúde das Doenças Crônicas  Transmissíveis;
– Promover e acompanhar a implantação das ações de Prevenção de Incapacidades em  Hanseníase;
– Participar da reorganização da rede de serviços da reabilitação para os pacientes de hanseníase;
– Participar da reorganização da rede de laboratórios para doença crônicas transmissíveis;
– Assessorar os municípios para a organização e desenvolvimento das ações de sua área de atuação;
– Participar da programação e subsidiar a execução de ações de educação em saúde e elaboração de material educativo, em conjunto com outras áreas da Superintendência, destinados à população;
– Participar dos processos de desenvolvimento e qualificação de profissionais da área de saúde do Estado e dos Municípios em sua área de atuação;
– Assessorar, apoiar e avaliar tecnicamente as ações realizadas pelas Regionais de Saúde e pelos Munícipios, em sua área de atuação;
– Coloborar com a Gerência de Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmissíveis no desenvolvimento das atividades de sua competência:
– Executar outra atividades afins.

Equipe Técnica

- Denise Ferreira Freitas – Enfermeira: Coordenadora de Controle de Doenças Crônicas Transmissíveis
- Maria Lúcia da Silva – Executora Administrativa: Área Técnica de Hanseníase e Tuberculose
- Edna de Alencar Magalhães – Enfermeira: Área Técnica de Hanseníase
- Rachel Duarte Diniz – Enfermeira: Área Técnica de Hanseníase
- Emílio Alves Miranda – Enfermeiro: Subcoordenador do Programa Estadual de Controle da Tuberculose
- Ana Lourdes Pereira da Silva Melo – Enfermeira: Área Técnica do Programa de Tuberculose
- Seyssa Cristina Pereira e Silva Cintra – Enfermeira: Área Técnica do Programa de Tuberculose

Contatos

- Telefones: (62)  32014542 Fax: (62) 32014545
- Email: Denise.gve.cdct@gmail.com

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento