Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Segunda, 18 de Março de 2019
Tracoma
23/05/2012 09h16 - Atualizado em 18/06/2012 11h18

 

 É uma afecção inflamatória ocular, uma ceratoconjuntivite crônica recidivante, cujo agente etiológico é a Chlamydia trachomatis, bactéria gram-negativa. Em decorrência de infecções repetidas, produz cicatrizes na conjuntiva palpebral superior, podendo levar à formação de entrópio (pálpebra com a margem virada para dentro do olho) e triquíase (cílios em posição defeituosa nas bordas da pálpebra, tocando o globo ocular). O atrito poderá ocasionar alterações da córnea, provocando graus variados de opacificação, que podem evoluir para a redução da acuidade visual, até a cegueira. A principal forma de transmissão é a direta, de pessoa a pessoa, ou indireta, através de objetos contaminados (toalhas, lenços, fronhas). A transmissão só é possível na presença de lesões ativas.

A Organização Mundial da Saúde estima a existência de 150 milhões de pessoas com tracoma no mundo, das quais cerca de seis milhões estão cegas. No estado de Goiás de 2008 a 2009 foram notificados 1.054 casos positivos de tracoma, sendo 46,2% (487) no sexo masculino e 53,8% (567) no sexo feminino. A maioria dos casos concentra-se na região nordeste.

Percentual de positividade do inquérito de Tracoma em seis municípios da região Nordeste do estado de Goiás no período de 2007 a 2010.

 

  

 

 Documentos Diversos

 Portarias

 

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento