Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Segunda, 23 de Outubro de 2017
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Vigilância em Saúde do Trabalhador

Quem Somos

A Vigilância em Saúde do Trabalhador (VISAT) é um dos componentes do Sistema Nacional de Vigilância em Saúde. É uma importante ferramenta do Sistema Único Saúde, para a promoção da saúde e a redução da morbimortalidade da população trabalhadora, por meio da integração de ações que intervenham nos agravos e seus determinantes decorrentes dos modelos de desenvolvimento e processos produtivos (Portaria GM/MS Nº 3.252/09).

As ações de Vigilância em Saúde do Trabalhador deverão ser desenvolvidas por profissionais da Vigilância em Saúde, dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), devidamente instituídos como autoridade sanitária, e quando necessário da Atenção Primária, no âmbito estadual, regional e municipal.

Em Goiás, o CEREST Estadual foi instituído em 2006 sob a coordenação da Superintendência de Políticas Públicas (SPAIS) e desde 2011 passou a fazer parte da estrutura organizacional da Superintendência de Vigilância em Saúde (SUVISA). Neste mesmo ano, com a reforma estrutural na superintendência, institui-se a Coordenação de Vigilância em Saúde do Trabalhador (CVSAT). Assim, a Gerência de Vigilância em Saúde Ambiental e em Saúde do Trabalhador (GVSAST), para implantação das ações de VISAT, passa a contar com as duas coordenações: CEREST Estadual e CVSAT, até os dias de hoje.

Em 2012, institui a Política Estadual de Saúde do Trabalhador no Estado de Goiás e a primeira equipe de profissionais como autoridade sanitária atuantes em Saúde do Trabalhador. Em 2014, a GVSAST muda para nova sede e, neste cenário, as duas coordenações do CEREST Estadual e da CVSAT buscam realizar as ações de VISAT, respeitando as diretrizes do SUS e da RENAST, visando a melhoria do ambiente e do processo de trabalho em nosso Estado.

Objetivos da VISAT

  • A caracterização do território, perfil social, econômico e ambiental da população trabalhadora, resultando na Análise de Situação de Saúde do Trabalhador.

  • Intervir nos fatores determinantes dos riscos e agravos à saúde da população trabalhadora, visando eliminá-los ou, na sua impossibilidade, atenuá-los e controlá-los.

  • Avaliar o impacto das medidas adotadas para a eliminação, controle e atenuação dos fatores determinantes dos riscos e agravos à saúde, para subsidiar a tomada de decisões das instâncias do SUS e dos órgãos competentes, nas três esferas de governo.

  • Utilizar os diversos sistemas de informação para a VISAT. (Diretrizes de implantação da Vigilância em Saúde do Trabalhador no SUS)

Realizar ações de fiscalização em ambientes e processos de trabalho nos diversos ramos e atividades econômicas.

DISK DENUNCIA 150

http://renastonline.ensp.fiocruz.br/

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento