Governo de Goiás

Superintendência de Vigilância em Saúde

Procure o que você precisa:
Sexta, 24 de Maio de 2019
Vetor da Dengue, Febre Amarela e Febre de Chikungunya
Vetor da Dengue e Febre Amarela

Aedes aegypti é a nomenclatura taxonômica para o mosquito que é popularmente conhecido como mosquito-da-dengue ou pernilongo-rajado. É uma espécie da família Culicidae, proveniente de África, cosmopolita, com predominância nas regiões tropicais e subtropicais, com hábitos antropofílicos (dependente da presença humana no local para se estabelecer). O mosquito está bem adaptado a zonas urbanas, mais precisamente ao domicílio humano se beneficiando dos inúmeros criadouros que o modo de vida atual oferece, onde consegue reproduzir-se e pôr os seus ovos em recipientes com água.

Os ovos do Aedes aegypti têm formato alongado e cor negra brilhante, ficam depositados nas paredes de recipientes com água. Cada mosquito fêmea pode botar até 1500 ovos durante toda sua fase adulta. Os ovos ainda podem resistir mais de 400 dias à seca. Já as larvas movimentam-se rapidamente para o fundo, com aversão à luz.

O Aedes aegypti é o principal vetor dos vírus da dengue e da febre amarela urbana. Sua competência vetorial, distribuição mundial, alta incidência das doenças por ele transmitidas, ausência de programa de imunização consistente (dengue) e tratamento específico fazem com que o controle de sua população seja considerado problema de saúde pública. No Brasil, através do Programa Nacional de Combate a Dengue – PNCD são estabelecidos os protocolos e condutas a serem seguidos por União, Estados, Municípios e população no enfrentamento da Dengue.







 

 

Avenida 136, Qd. F-44 Lts. 22 e 24, Edifício César Sebba, Setor Sul, CEP 74093-250 - Goiânia/GO

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento